quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Viver em vão

Essa noite quero sair, sem saber para onde ir.
Parar na esquina de uma rua qualquer,
falar com alguém que eu não saiba quem é.
Falar sem pensar e pensar sem querer.
Entrar em um buzão e descer em uma parada qualquer.
Hoje quero rir de piadas sem a menor graça,
e chorar por motivos que não são meus,
quero olhar o mundo sem a menor importância,
e dizer o que penso, sem pensar no que irão pensar,
quero ser o que nunca fui, sem querer ser o que sou,
quero jogar pra perder, sem perder a noção.
Hoje quero viver em vão!!!

2 comentários:

Marinha disse...

Disse tudo sem querer coisa alguma!
Genial, psiquiatra da rima!

Mathias Pedron disse...

éooooo