domingo, 4 de março de 2018

DAYA MORAES | Dama Hipócrita (Clipe Oficial)


Daya Moraes ficou entre as 10 mais pedidas da Rádio Cidade, uma das primeiras cantoras gaúchas a emplacar 2 sucessos simultâneos na programação. A cantora percorreu várias cidades do estado com seu primeiro show "Então Vem", recebeu homenagens de "Artista Revelação" de seus colegas da classe artística e pela Prefeitura de Alvorada/RS foi considerada uma das mulheres mais importantes relacionada à cultura.
Sua primeira música autoral teve seu clipe estreando na programação do canal Music Box Brasil, dividindo espaço com grandes interpretes da música nacional, tocou na Rádio Atlântida e atualmente está na programação da Rádio Jovem Pan.  Seu segundo clipe também entrou na programação do canal Music Box Brasil e foi recebido com entusiasmo pelo público dentro e fora do país, chegando a 100.000 visualizações nas primeiras 24 horas após seu lançamento no youtube. Sua próxima música mostra uma nova fase da cantora, e está sendo muito bem recebida por fãs e admiradores do país inteiro antes mesmo de ser lançada nas plataformas digitais.

À convite da RBS TV (filial da TV Globo), participou do quadro “Por quê bomba?” e ganhou destaque em portais, jornais e programas televisivos. Neste ano foi uma das convidadas do Camarote Renner do Planeta Atlântida.

Confira o Clipe "Dama Hipócrita" em homenagem ao mês da mulher. 




By: Rubem White





Estilhaços de amor


O coração se partiu por um amor hostil. E o coração partido sutil reagiu...arrepio! O amor se repartiu, e o fogo que nele tinha incendiou o barril que em mil pedaços explodiu. Estilhaços de amor espalhou-se por todos os lados, atingindo corações de pedra, de gelo e de aço! 
Vem; me dê um abraço...,pois, não há nada melhor que o amor compartilhado!

Rubem White

Contando História: Bom dia! Boa tarde! Boa noite!

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018

Quando um burro fala!


Fechei a boca e abri os ouvidos, e através de meus olhos expressei um sorriso. Calei, consenti, porém, não senti. Me coloquei no lugar, transformei, não ressenti. Com a boca fechada e as orelhas em pé, despertei consciência reforcei minha fé. Morri no silêncio tive calma e paciência. Desintegrei a ira, libertei minha alma e desenfrasquei minha essência.

By: Rubem White

VerSolo #6 - Dkg Dekilograma - "Até o osso" (Prod. Guss/DJ Borest)

M.c. DKG (DekiloGrama) é o representante oficial da C.P.I. (Companhia Pesada do Improviso) nas batalhas de freestyle, integrante do grupo desde 2012, o rapper Gaúcho
que atualmente desenvolve seus trabalhos em Santa Catarina, ganhou destaque em 2017
vencendo mais de 50 competições, entre, batalhas de conhecimento e de sangue. M.c. DKG é um dos organizadores do movimento SLAM CONTINENTE, que é um campeonato de poesias que acontece no município de São José SC, evento esse que mobiliza cerca de 300 jovens em cada atividade, fomentando e fortalecendo a cultura de rua. O ativista DKG também é membro da Nação Hip Hop Brasil que neste ano completa 13 anos de luta e resistência e segundo DKG há um planejamento para que no mês de Junho seja realizado um encontro estadual de HipHop em Santa Catarina, a fim de mobilizar uma caravana rumo a São Paulo para o encontro Nacional da Nação. Seu mais Recente trabalho é o ábum intitulado “Mantenha a esperança” com 14 faixas muito bem elaboradas e produzidas, destacamos entre elas as canções: “Tô lutando, e Até o osso” . M.c. DKG vende seu disco demão em mão nas ruas de São José e a aceitação do público é respeitável. Convidamos a todos para conferir o clipe "Até o osso" produzido por Marcos Dorneles. #MDCorporação 

By: White Jay o Psiquiatra da Rima...






segunda-feira, 23 de outubro de 2017

Mano Djalma (Eu te Agradeço) Part. Pedro Henrique “CLIPE OFICIAL”

Reforma urbana

Moradia, um dia, será direito de Maria de João, de Ana e de Pedro. O povo não tem medo. A luta é nossa morada, mesmo não tendo teto, e muito menos terreno, o mundo é muito pequeno pra toda a multidão que se espreme e geme clamando por reformas na constituição.
Resistindo à ocupação, ação direta, políticas concretas, o povo clama por reforma urbana. Saúde, saneamento, direitos constitucionais, ordem e progresso segurança e não gás... de lacrimogêneo, bala de borracha, os policiais se acham, nos expulsa e nos esculacham.
Reforma urbana é justa e necessária, uma revolução urgente sem especulação imobiliária. Massacrando nossa gente, criando novos pelourinhos, novos quilombos de aglomerados, povo executado, deslocado pelo estado e a calamidade nos cala mesmo nas extremidades, somos violentados pelas autoridades.
O povo na miséria, triste e infeliz pagando o auxilio moradia do juiz. Barracos nas estradas, nos viadutos e nas praças. Porto Alegre é uma desgraça! Pode crê, é sempre a gente que se ferra! As quebradas tudo em guerra e o Sartori tá na serra. Realmente, nosso fim esta sendo trágico, quem tinha minha casa minha vida foi expulso pelo trafico.
O IPTU aumenta todo ano e a prefeitura não consegue trocar um cano, não arruma uma rua, não termina uma obra, tratam nosso povo como massa de manobra. A gente vota, a gente cobra, a gente se desdobra, mas no fim só leva chumbo, taxados de vagabundos, baderneiros, black blok, mas aqui não tem loki. Vamos seguir peleando tipo lanceiro negro. Governador, prefeito, vocês têm que dar um jeito! O povo não é bobo, nós conhecemos o seu jogo.


By: Rubem White